A apresentação de um projeto, seja ele de arquitetura paisagista ou de outra disciplina semelhante, resume-se basicamente à capacidade de transmitir aos clientes aquilo que o projetista idealizou na sua mente. Pro vezes esta transmissão de informação pode ser defraudada e totalmente desvirtuada quando não é feita de forma clara e eficiente.

Modelação 3D de Jardim à noite

Os desafios na apresentação

As dificuldades começam quando os sistemas de apresentação, se resumem a plantas, peças técnicas e desenhos que muitas vezes não estão ao alcance de todos a sua compreensão, sendo inclusive, em alguns dos casos, necessária formação superior para tal. Mesmo sendo a apresentação acompanhada de um discurso e explicação do próprio arquiteto paisagista, há sempre pormenores e detalhes, muitas vezes extremamente relevantes, que escapam à memória do autor e tornam “mais pobre” aquilo que na verdade pode ser uma ideia extremamente interessante e motivadora.

Projecto 3D2 - Área da Piscina

As possibilidades que a tecnologia oferece

Felizmente a evolução tecnológica tem sido um valor crescente neste processo, facilitando a transmissão de ideias entre os projetistas e os clientes. A introdução e evolução de software de simulação 3D dos espaços, permite uma maior compreensão daquilo que irão ser as intervenções a realizar, não deixando grande margem para dúvida acerca do formato final.

Estas tecnologias dão-nos a capacidade de manipular digitalmente um espaço virtual baseado num espaço real abrindo um número ilimitado de portas acerca daquilo que poderá ser a intervenção final. Por vezes, esta liberdade de opção é tão vasta que dificulta o processo de decisão acerca do que se pretende fazer, sendo nesse momento imprescindível a intervenção do arquiteto para perceber e aconselhar qual a mais adequada.

Projecto 3D

Uma ferramenta ao serviço da criatividade

Tarefas como a modelação de terreno, implantação de estruturas e organização de espaços, são processos complexos cujo resultado final muitas vezes resulta de um somatório de decisões e “experiências” a realizar durante o processo criativo. Aqui, a tecnologia 3D, desempenha um papel bastante importante e facilitador uma vez que permite ao projetista deslocar facilmente os elementos no espaço, modelar livremente o terreno e redimensionar sempre que este entender necessário, todas as componentes. O facto de haver esta liberdade e facilidade de criação, quando nas mãos de um técnico especializado, conseguem-se obter resultados mais criativos e mais adequados.

Permitem-nos também entre outras possibilidades, escolher e alterar as tipologias de materiais a utilizar, simular as suas texturas e dimensões. Isto são valências do software que nos mostra no imediato o formato e aspeto final de qualquer superfície a revestir, sendo alterável em tempo real caso não seja do agrado ou se entenda desadequado. Desta forma forma evita-se gastos extra em reverter opções tomadas, que após concluídas não correspondem às expectativas criadas inicialmente.

Uma vez concluído o processo de criação, o resultado final permite ao cliente perceber mais facilmente as dinâmicas do espaço e as relações entre os diferentes elementos. Permitem perceber as volumetrias e lógicas de utilização, naturezas de materiais e acima de tudo, ter uma sensação mais real da vivência do espaço.

A APROplan possui na sua equipa técnicos com habilitações para transformar o seu espaço e apresentar-lho no “formato final” para que não esteja a comprar nada que não compreenda e que poderá não gostar no futuro.

Não deixe de nos contactar, temos vários elementos que lhe podermos apresentar para que possa comprovar a nossa experiência na representação tridimensional.

Projecto 3D3 - Arquitetura paisagista

Projecto 3D1 - vista do interior